DICAS
Dicas do Dr Frederico Fernandes sobre Plástica e Beleza

Nesta seção, direto do Consultório do Cirurgião Plástico, tire suas dúvidas sobre saúde e beleza de um jeito leve e interessante. Nela mantemos um canal atualizado para seu bem-estar. Seja bem-vinda(o) e fique à vontade!

News Letters & Comunicados

Se deseja receber as últimas novidades dos nossos vídeos e posts sobre Cirurgia Plástica diretamente no seu e-mail, por gentileza preencha todos os campos abaixo.





Últimas dicas cadastradas:

Cirurgia Plástica: orientações gerais aos pacientes

Seguem abaixo algumas orientações gerais sobre a Cirurgia Plástica que praticamos em nosso consultório. Vale ressaltar que cada caso é específico e teremos o maior prazer em recebê-la(o) para falar sobre o assunto sem compromisso.

Nossa relação

O nosso relacionamento objetiva o bom resultado da cirurgia. Somos uma equipe com a mesma tarefa. Assim, nossa relação deve basear-se em honestidade, sinceridade, amizade e confiança. Com você, esperamos os melhores resultados possíveis.

Documentação fotográfica

A documentação das(os) pacientes é indispensável. Através dela, estudamos em detalhes a área a ser operada e definimos o plano cirúrgico adequado. Além disso, podemos comparar os resultados entre pré e pós-operatório. Conforme determina a legislação, as imagens destinam-se, exclusivamente, ao arquivo fotográfico e de vídeo do consultório.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Previsibilidade dos resultados

A Cirurgia Plástica tem por finalidade proporcionar mais harmonia em determinadas regiões ou mesmo equilibrar o conjunto da nossa aparência que pode estar marcado pelo tempo ou em desacordo com os padrões de beleza. Portanto, a finalidade é fazê-la(o) parecer tão bem quanto possível dentro de suas características individuais.

Por combinar arte e ciência, a Cirurgia Plástica está sujeita às variações inerentes ao mecanismo fisiológico que é específico e pessoal. Deste modo, a particularidade do caso deverá ser avaliada e ponderada, sempre confrontando o desejo da paciente com suas limitações físicas.

A Cirurgia Estética busca os melhores resultados. Porém, é importante entender o quanto melhores estes resultados poderão ser para evitar uma expectativa além dos limites permitidos em cada caso. Já a Cirurgia Reparadora visa à recuperação funcional e/ou anatômica de uma ou mais regiões específicas do corpo, restabelecendo total ou parcialmente a capacidade física e a integridade psíquica. Os dois tipos de cirurgias plásticas, como todo procedimento cirúrgico, não estão livres de riscos e seus resultados podem ser limitados conforme a extensão e a complexidade dos problemas existentes.

É importante também salientar as assimetrias do corpo humano que algumas vezes não são observadas pelas(os) pacientes e nem sempre são passíveis de correção. Muitas vezes elas já existiam antes da cirurgia e continuarão a existir. Uma metade não é igual à outra. Algumas vezes as pacientes somente passam a notá-las após uma observação detalhada no pós-operatório.

Alguns fatores na evolução de uma cirurgia independem da atuação e capacidade do cirurgião. Assim, não sendo uma ciência exata, não é possível garantir resultados pré-determinados. Idade, peso, espessura e textura da pele, influências hereditárias e hormonais, o momento psicológico vivido pela(o) paciente, dentre outros irão influenciar nos resultados, sobre os quais, o cirurgião não tem a menor ingerência.

Riscos e intercorrências

Muitos questionam sobre os riscos da cirurgia. Toda cirurgia tem riscos, mas estes são geralmente previsíveis e, na maioria das vezes, controláveis. As intercorrências vão desde cicatrizes inestéticas, edema (inchaço), equimoses (manchas roxas na pele), seromas (acúmulo de líquidos), hematomas, alterações transitórias ou definitivas de sensibilidade, alergias, trombose, embolia e até risco de vida.

A Cirurgia Estética, como procedimento eletivo, é uma conduta cirúrgica planejada, podendo aguardar a oportunidade ideal para ser realizada, razão pela qual os riscos sistêmicos a ela inerentes são menores.

Evidentemente, uma técnica apurada e medidas obrigatórias de segurança contornam várias destas situações. Mesmo assim, problemas no trans e pós-operatório podem ocorrer. É importante compreender que o médico jamais tem a intenção de cometer um ato de imprudência, negligência ou imperícia. Problemas podem ocorrer, embora com frequência baixa.

Na ocorrência de algum problema, sofrem tanto a paciente como o cirurgião e, nessa situação, tudo será feito para que não haja consequências irreparáveis.

  Cirurgia plástica envolve muitas escolhas; a primeira e mais importante é selecionar o cirurgião em quem confiar. Uma dica? Consulte se ele é membro da SBCP.  

As cicatrizes

Outro fato, às vezes incompreendido, é a ideia de que a Cirurgia Plástica não deixa cicatrizes. A verdade é que toda cirurgia deixa cicatrizes que poderão ser mais ou menos visíveis. De acordo com o caso, elas podem ser escondidas em linhas naturais da pele ou dentro do cabelo, sempre sendo realizadas com técnicas minuciosas para diminuir sua aparência. Obviamente, o resultado final de uma cicatriz dependerá de vários fatores, como por exemplo, dos cuidados locais empregados no período pós-operatório, da capacidade intrínseca de cicatrização da paciente, das condições patológicas associadas (diabetes, infecções, anemias, alergias, carência de certas vitaminas / proteínas, etc.), hábitos sociais (tabagismo, etilismo, sedentarismo, exposição solar precoce e prolongada, etc.), predisposição genética (quelóides, cicatrizes hipertróficas, etc.), alergia a fios cirúrgicos, uso de determinados medicamentos (AAS, corticóides, etc.), fatores locais (tensão exagerada e espessura da pele, etc.), dentre outros.

Toda cicatriz apresenta um tempo de evolução que somente após seu término apresentará um resultado definitivo. Para sua tranquilidade e acompanhamento, saiba que há quatro períodos distintos de maturação de uma cicatriz, que podem variar de acordo com o tipo e espessura da pele e que é diferente de pessoa para pessoa.

Período imediato: Primeiro mês após a cirurgia. A cicatriz é fina e pouco visível.

Período intermediário: Do 1º ao 12º mês. A cicatriz se apresenta transitoriamente espessada, inicia-se a mudança de cor, passando do mais escuro (vermelho / marrom) ao mais claro. No período tardio estas alterações desaparecem.

Período tardio: Após o 12º mês. É a fase de resolução do processo. A cicatriz começa a se tornar mais clara e macia, diminuindo as retrações e irregularidades. Qualquer avaliação de resultado da cirurgia deverá ser feita após este período.

Período maduro: Após 18 meses. É o resultado definitivo.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Avaliação dos resultados

Não fique ansiosa(o) para ver os resultados da cirurgia logo nos primeiros dias. O nosso corpo precisa se adaptar às novas condições. Após o trauma cirúrgico, ocorrem fenômenos normais de evolução como edema (inchaço) e acomodação dos tecidos.

Alguns aspectos estéticos exigirão mais de uma cirurgia para serem resolvidos. Revisões necessárias para melhoria da qualidade devem ser levadas em consideração. Intercorrências de qualquer natureza, se houver, deverão ser resolvidas ainda que sua solução implique em nova cirurgia.

As revisões posteriores à operação devem obedecer a um critério de tempo até que os tecidos possam ser manipulados novamente. Neste caso, é importante não ser impaciente. Uma cirurgia em um momento inoportuno não oferece resultado compensador.

Os valores da cirurgia

Oferecer serviços de alta qualidade com o menor custo possível é nossa meta. A perda da relação custo / benefício pode prejudicar a eficiência dos resultados, pois não aceitamos abrir mão de materiais, equipamentos e instalações adequadas para priorizar custos inferiores. A sua segurança e tranquilidade valem muito mais e devem ser uma prioridade.

Em relação às despesas hospitalares extras como taxas, diárias adicionais, medicamentos de uso esporádico e em situações imprevistas, exames laboratoriais feitos no hospital ou em outras instituições e transfusões sanguíneas serão tratados diretamente no hospital e serão de responsabilidade da paciente ou responsável.

As revisões operatórias, se necessárias, não serão cobradas quando realizados de acordo com a avaliação criteriosa e na observância dos fatores técnicos e em tempo adequado. Caberá à(ao) paciente arcar com as despesas hospitalares e do anestesista. Isto é tradicionalmente aceito dentro e fora do Brasil e deve ser compreendido por todos.

Se você nos escolheu é porque deposita confiança em nosso trabalho. É nossa obrigação e temos todo o interesse em esclarecer as suas dúvidas. Mantenha um relacionamento cordial e permanente e faça de suas visitas periódicas um motivo de satisfação para todos.

A plástica para a sua idade

Você pode ter 20, 30, 40 ou 50 anos. Não importa. O que é preciso ter em mente é que dá, sim, para ser bonita em qualquer fase e adiar o danado (e inevitável) envelhecimento. Só é preciso apostar em cuidados e técnicas para cada faixa etária.


DOS 20 AOS 30 ANOS. A IDADE IDEAL.

Quantas vezes você já não ouviu a frase Como eu gostaria de voltar aos meus 20 anos? Não é só por uma questão de vitalidade, mas o ápice da beleza feminina é justamente nessa época. A garota deixa de ser menina e vira mulher. Sem contar que, neste período, a pele tem brilho próprio e possui tônus perfeito, sem rugas, nem sinal de flacidez. Por outro lado, é a fase em que mais precisa estar atenta aos cuidados com a pele. Tudo que fizer aqui irá refletir lá no futuro. Por isso, a palavra-chave para este período é prevenção.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Ninguém está dizendo que precisa virar uma neurótica. Ainda não é época de comprar um milhão de cremes anti-idade. Mas alguns cuidados são necessários como higienizar a pele com sabonete específico duas vezes ao dia, aplicar protetor solar diariamente no corpo e no rosto - inclusive nos dias nublados -, procurar cosméticos oil free (já que a pele tende a ser oleosa) e fazer limpeza de pele mensalmente. Outra coisa importante é o aparecimento de estrias e celulite. Em função do rápido desenvolvimento corporal, as linhas vermelhas (quando as estrias são recentes) surgem principalmente nas mamas, quadris e coxas. É importante iniciar o tratamento o quanto antes, evitar ganhos de peso e manter a pele muito bem hidratada.

Aos 20 anos, a resposta aos tratamentos costuma ser bastante eficaz. Por isso, esta é fase ideal para fazer algumas correções cirúrgicas. Nesta idade, a mama se desenvolve e toma forma. Se elas ficam pequenas demais ou o contrário, é hora de pensar em uma intervenção para encarar a vida adulta numa boa. Por que ficar adiando?

Plásticas da hora

Mamoplastia de Aumento: A colocação de próteses de silicone, para dar volume a seios muito pequenos ou para corrigir uma assimetria entre as mamas, é a campeã de pedidos nos consultórios.

Mamoplastia Redutora: A cirurgia tem como objetivo melhorar o formato dos seios através da retirada de tecido mamário, pele e do reposicionamento do mamilo. O procedimento resolve o desconforto estético, o fim das dores nas costas e no pescoço.

Lipoaspiração: É um excelente método para modelar o corpo e retirar aquelas incômodas gordurinhas localizadas. Por meio de pequenas incisões aspira-se a gordura indesejada produzindo uma cintura mais fina que dificilmente seria obtida com ginástica, cremes ou massagens.

Cosméticos perfeitos

Como a pele tende a ser oleosa, dê preferência para cosméticos oil free.

Dicas do Dr Frederico Fernandes
Gel secativo Rapid Clear, Neutrogena. Reduz o tamanho e a irritação das espinhas em até oito horas, sem danificar a pele.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Gel de limpeza Purif-Ac, RoC. Remove as impurezas, elimina as células mortas e reduz o sebo.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Sabonete Actine, Darrow. Contém enxofre coloidal, ingrediente com ação antimicrobiana.

DOS 30 AOS 40. O TEMPO ESTÁ PASSANDO.

Chegou a hora de cuidar da pele com mais afinco para evitar futuros danos causados pela radiação ultravioleta, como manchas e lesões solares. É exatamente nessa faixa etária que as mulheres começam a apresentar um grau (ainda que leve) de fotoenvelhecimento, com poucas rugas, manchas e cicatrizes. Nada assustador, basta uma boa maquiagem para disfarçar as marquinhas.

O envelhecimento ocorre, em parte, porque o tecido cutâneo perde cerca de 10% do seu mecanismo de defesa, dando mais espaço para a perigosa atuação dos radicais livres. A renovação celular também perde parte de sua força, tornando-se 20% mais lenta.

A região dos olhos também dá os primeiros sinais de desgaste e aparecem as primeiras linhas entre as sobrancelhas e o sulco nasolabial (vinco entre o nariz e os cantos dos lábios). Os cuidados com a pele precisam ser redobrados. Higienizá-la, hidratá-la, tonificá-la e protegê-la do sol é obrigação e o mínimo que se pode fazer.

É importante investir um pouquinho mais de tempo com os cuidados e apostar nos procedimentos estéticos. Quem sabe já está na hora de fazer a primeira aplicação de toxina botulínica ou um peeling? Mas nada de radicalismos no rosto. Ainda não é momento para isso.

Nessa época, a mulher, geralmente, já passou por uma gestação e a barriguinha começa a aparecer. Por isso, a plástica de Abdome pode ser uma boa. A queda das mamas também é outra plástica bastante realizada.

Plásticas da hora

Abdominoplastia: É a cirurgia para retirada do excesso de pele abdominal. Deve ser realizada somente após a decisão de não ter mais filhos. Normalmente a cicatriz é grande: vai de um ossinho da bacia ao outro. O cirurgião tenta deixá-la bem abaixo da linha do biquíni para minimizá-la. Através do procedimento, também se corrige a frouxidão da musculatura da parede abdominal, dando uma firmeza à região.

Mastopexia (Lifting de Mamas): Nesta cirurgia retira-se o excesso de pele e reposiciona-se a glândula mamária. Muitas vezes, aproveitamos para colocar próteses de silicone para dar volume aos seios, que murcham após a amamentação.

Cosméticos perfeitos

Use cremes que estimulem o colágeno e inibam as rugas.

Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme facial hidratante Nutriplus C, Racco. Nutre e previne os primeiros sinais de envelhecimento e ainda possui proteção solar.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme nutritivo Classic, Weleda. Preparado com ceras vegetais, tem ação nutritiva e auxilia na prevenção do aparecimento de rugas.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme antissinais Chronos 30+, Natura. A versão noturna tem ceramidas de maracujá que agem no reparo da barreira cutânea.

DOS 40 AOS 50. ÉPOCA DE RUGAS E FLACIDEZ.

O organismo não fabrica mais colágeno (substância que proporciona sustentação à pele) na mesma intensidade que antigamente. As rugas se acentuam ao redor dos olhos, os sinais de expressão costumam aparecer na testa, o bigode-chinês fica mais marcado e as manchas claras e escuras se tornam mais evidentes. O contorno facial, assim como o corporal, vai perdendo a sua definição e a pele se torna mais áspera, seca e sem elasticidade, com aspecto fosco. Para se ter uma ideia, a espessura da tez fica 50% menor do que aos 20 anos e o tônus muscular diminui cerca de 30% a capacidade de rigidez. Resultado: flacidez, na certa! A capacidade de retenção de água também diminui, por isso, cuidado com o ressecamento da pele.

A partir de agora, os cosméticos com propriedades antiidade são obrigatórios no nécessaire, junto aos bons itens de make. Os procedimentos estéticos, como luz intensa pulsada, laser fracionado, preenchimentos, toxina botulínica e radiofrequência são grandes aliados no combate ao envelhecimento.

Além dos procedimentos já recomendados nas outras fases, a mulher, nesta idade, já tem indicação para o rejuvenescimento facial.

Plásticas da hora

Blefaroplastia: É a cirurgia plástica das pálpebras, através da qual é retirado o excesso de pele e gordura embaixo ou acima dos olhos.

Minilifting: Consiste em remover o excesso de pele facial e levantar os músculos, dando uma aparência mais jovial.

Cosméticos perfeitos

Use e abuse de tônicos e produtos antioxidantes.

Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme para área dos olhos Gradual Complex Dense Lift, Adcos. Altamente hidratante, ele ainda tem ação firmante e preenchedora.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme anti-idade Face UP Power+, Dermage. Proporciona um efeito lifting imediato e atenua as rugas de expressão.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme antissinais Vitactive 45+ FPS 25, O Boticário. Atenua rugas e linhas de expressão.

DOS 50 EM DIANTE. AS TRANSFORMAÇÕES.

Iniciadas aos 40 se tornam mais intensas. A chegada da menopausa causa uma revolução hormonal que faz com que a pele da mulher se torne mais fina e ressecada. Fora isso, há uma diminuição na produção de fibras de colágeno e elastina, que acentua a flacidez facial e corporal.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

As rugas ficam mais profundas e os lábios tendem a se tornar mais finos por causa da reabsorção óssea da mandíbula. No pescoço e colo há um aumento de pregas, resultado do excesso de pele e gordura que se deposita no local. A área dos olhos sofre uma intensa flacidez e sobras de pele. É a ação da gravidade cumprindo seu papel. Outro sinal que compromete o rosto é o aparecimento de vasinhos sanguíneos, deixando para trás qualquer expectativa de juventude.

A primeira medida é procurar um especialista para fazer uma reposição hormonal, o que ajuda a recuperar boa parte do vigor cutâneo. Os suplementos vitamínicos, que reduzem o efeito oxidativo causado pela exposição solar, também são bem importantes nesta fase da vida.

Se pensa em optar por tratamentos não-invasivos, a partir dos 50, vá de: peelings médios e profundos, infravermelho, radiofrequência, ácido hialurônico e a velha conhecida, toxina botulínica.

Caso nunca tenha fumado, nem tomado sol em excesso, cuidado da pele como se fosse um patrimônio e praticado atividade física regularmente, você provavelmente não estará tão desesperada com sua aparência em frente ao espelho. Mas, se não foi bem assim que conduziu as coisas, você deve estar querendo melhorar o que está lhe incomodando e talvez a flacidez seja a maior delas. E não tem jeito: só plástica mesmo!

Plásticas da hora

Lifting Facial: O nome correto da cirurgia é Ritidoplastia Facial. As incisões se iniciam na região das têmporas, descem ao longo das pregas naturais em frente da orelha, continuam por trás dela e vão até o couro cabeludo. É comum ainda a paciente aproveitar para retirar o excesso de pele do pescoço. Neste caso, outra pequena incisão é feita logo abaixo do queixo. A cirurgia das pálpebras também é recomendada para dar mais harmonia ao resultado final.

Lifting de Coxas e Braços: Com a perda da elasticidade não tem jeito, a flacidez aparece. E, no corpo, as coxas e os braços são os mais afetados. Em ambas as cirurgias, o objetivo é remover o excesso de pele da região, melhorando o contorno corporal. Além disso, com o procedimento a pessoa ganha liberdade nos movimentos, fica mais fácil a higienização local e os incômodos desaparecem.

Cosméticos perfeitos

Opte por cremes que promovam a renovação celular e suavizem os efeitos do tempo.

Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme anti-idade Eluage, Avène. Ameniza as rugas e proporciona um aspecto revigorado.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme antirrugas Neovadiol, Vichy. Faz uma lipoestrutura da pele.
Dicas do Dr Frederico Fernandes
Creme anti-idade Renew Ultimate Elixir Sérum Concentrado Reparador, Avon. Deixa a pele mais uniforme, firme e elástica.
Seios turbinados com células-tronco?

A maioria das mulheres sonha com seios fartos e durinhos, mas quem não foi agraciado pela genética, busca na cirurgia plástica o caminho para ficar com o visual turbinado. Normalmente, as pacientes recorrem à mamoplastia de aumento com silicone, um dos procedimentos mais realizados no País.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Entretanto, uma novidade pode deixar as mulheres ainda mais perto da conquista do tão desejado shape. Trata-se do aumento de seios com uso de células-tronco adultas. No procedimento, as células-tronco são retiradas da gordura da própria paciente depois de uma lipoaspiração. Em seguida, elas são separadas em laboratório e misturadas com a outra parte da gordura que foi aspirada. Depois, o material é injetado nas mamas, fazendo com que elas ganhem volume. As células-tronco, também conhecidas como células-mãe, são aquelas que possuem a melhor capacidade de se dividir, dando origem a células semelhantes às progenitoras. Elas podem ser adultas, presentes em órgãos e tecidos já formados, especialmente na medula óssea, no tecido adiposo, no sangue, no fígado, no cordão umbilical e na placenta; ou embrionárias (até a oitava semana de gestação), que conseguem formar qualquer órgão ou tecido do corpo humano.

Aqui no Brasil, células-tronco adultas já são utilizadas em pesquisa e em algumas terapias com grandes avanços e descobertas no tratamento de doenças como, por exemplo, diabetes juvenil e lesões na medula. Diante dessas constatações, parece que o futuro prepara boas notícias, mas o aumento de mamas com células-tronco ainda precisará de um pouco mais de tempo para ser comemorado efetivamente. A cirurgia, que já acontece em países como Áustria e Japão, ainda está em estudo por aqui e não se sabe ao certo quando será liberada.

No entanto, nem tudo são flores. O sucesso do procedimento vai depender muito do tamanho escolhido pela paciente. Parte da gordura injetada pode ser reabsorvida pelo organismo, sendo necessário mais de um procedimento para conseguir o resultado desejado. Com relação ao aumento do risco de câncer de mama, ainda não se sabe sobre essa possibilidade a longo prazo, já que o procedimento ainda está em estudos no País. Mas os resultados são animadores.

Além do aumento de seios, a técnica pode ajudar em outros procedimentos. As células-tronco poderão ser usadas para retirada de rugas, eliminação de cicatrizes, manchas e sinais. A técnica já vem sendo utilizada há algum tempo na Espanha para reconstrução de mamas em pacientes com câncer e, de forma bastante segura, sem risco de rejeição.

  Um dos pontos interessantes dessa técnica com células-tronco é o fato de aliar a lipoaspiração ao aumento de seios, unindo as duas cirurgias plásticas mais desejadas pelas mulheres brasileiras. Em tese, qualquer mulher que tenha gordura localizada poderá se submeter à técnica, assim que for autorizada, é claro.  

Conheça mais sobre esta novidade com as seguintes perguntas e respostas:

Como é feito o aumento dos seios usando células-tronco?

No aumento de seios sem silicone, a gordura é primeiramente aspirada da paciente com microcânulas. Então, a gordura é enriquecida com células-tronco adultas isoladas por uma combinação de técnicas ultramodernas e depois injetada no seio. As células vivas de gorduras se desenvolvem a partir das células-tronco implantadas e se incorporam ao tecido mamário. A naturalidade do resultado é convincente: os seios aumentados parecem reais em todas as posições e em movimento.

Quais foram os resultados obtidos até o momento?

Normalmente, um aumento de um a dois tamanhos dos seios. Como regra, cerca de 90% a 95% do volume obtido na operação continua permanentemente. A durabilidade dos resultados de reconstrução de mama e aumento de seios com células-tronco de gordura enriquecidas tem sido comprovada por estudos clínicos realizados nos Estados Unidos e no Japão.

Quais os riscos deste tipo de cirurgia?

O procedimento tem os mesmos riscos de outras cirurgias cosméticas similares. No entanto, o aumento de seios com células-tronco preserva a capacidade de amamentação. O tecido ao redor das células-tronco implantadas controla que tipo de células irá se desenvolver. As células resultantes do implante de células-tronco se comportarão exatamente como as células ao redor delas. Somente células-tronco adultas (não as embrionárias) são usadas.

Como é o pós-operatório?

É parecido com as técnicas tradicionais de implante de silicone. A paciente deve usar um sutiã cirúrgico por alguns dias após o procedimento.

Além do aumento dos seios, o procedimento pode ser usado para aumentar outras regiões do corpo?

As células-tronco a partir da gordura autóloga possuem considerável potencial terapêutico: além do aumento de seios, é usado o procedimento para moldar outras regiões do corpo, como bumbum, para rejuvenescimento da pele, para lifting facial sem bisturi e para corrigir depressões deixadas após lipoaspirações mal sucedidas. O tratamento e a regeneração de órgãos internos é uma aplicação para um futuro próximo.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Qual a relação entre cosméticos e células-tronco?

Produtos que envolvem células-tronco são, na verdade, formulações elaboradas à base de princípios ativos modificados geneticamente que têm a capacidade de atuar nas células-tronco presentes nas células queratinócitas da epiderme.

Os elementos do produto impedirão a oxidação dos pontos onde estão as células-tronco da pele e as orientarão para que produzam mais proteínas, carboidratos, lipídios e substâncias reparadoras de um modo geral. Com a aplicação dessa tecnologia, empresas cosméticas estão apostando no desenvolvimento de produtos com ativos que “protegem” as células-tronco.

Uma delas é a própria Bel Col, que comercializa a linha Neo Super TR, cujos ativos prometem a redução de rugas e linhas de expressão e o aumento da firmeza e luminosidade da pele.

A Dior é outra marca que investiu nesse mercado e lançou, em 2010, a linha Capture R60/80 XP, que conta com o ativo Vityl. O ativo visa à proteção das células-tronco adultas. Com o tempo, observa-se na pele a diminuição do número de células da camada basal da epiderme, onde se encontram as células-tronco adultas. O desaparecimento de uma delas representa a interrupção da produção de centenas de outras células. A perda dessa capacidade de produção celular estende-se igualmente à derme, que perde matéria de sustentação, formando assim as tão temidas rugas.

Na camada de células da derme existem células embrionárias que têm a capacidade de formar células novas, adultas. Este tipo de cosmético pode agir penetrando pela epiderme e estimulando enzimas, substâncias que dispararam uma cadeia de reações químicas que atingem essas células embrionárias.

A pele e o sol - Especial filtros solares

Abaixo, uma sequência de perguntas e respostas sobre filtros solares e respectivos fatores de proteção.

O que são filtros solares?

São substâncias que, aplicadas sobre a pele, protegem contra a ação dos raios ultravioleta (UV) do sol. Os filtros solares podem ser químicos (absorvem os raios UV) ou físicos (refletem os raios UV). É comum a associação de filtros químicos e físicos para se obter um filtro solar de FPS mais alto.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

O que é FPS?

FPS significa Fator de Proteção Solar. Todo filtro solar tem um número que determina o seu FPS, que pode variar de 2 a 100 (nos produtos comercializados no Brasil). O FPS mede a proteção contra os raios UVB (responsáveis pela queimadura solar), mas não medem a proteção contra os raios UVA (responsáveis pelo bronzeamento, além de serem os principais causadores de efeitos danosos à pele a longo prazo, como seu envelhecimento prematuro).

O que significa o valor do FPS?

A pele, quando exposta ao sol sem proteção, leva um determinado tempo para ficar vermelha. Quando se usa um filtro solar com FPS 15, por exemplo, a mesma pele leva 15 vezes mais tempo para ficar vermelha, se for usado um filtro com FPS 30, levará 30 vezes mais tempo para ficar vermelha, e assim por diante.

A partir do FPS 15 todos os filtros são iguais?

Não. Esta é uma idéia que foi divulgada de forma errada. O filtro solar com FPS 15 bloqueia a maior parte dos raios UV e o aumento do FPS realmente aumenta pouco o bloqueio destes raios. No entanto, como explicado acima, usando um filtro solar com FPS 15 a pele levará 15 vezes mais tempo para ficar vermelha e usando um filtro com FPS 60, levará 60 vezes mais tempo. Se o tempo para a pele ficar vermelha aumenta, significa que protege mais e melhor.

  Crie o hábito de usar filtro solar diariamente, mesmo em dias frios, nublados e também com chuva. Isso porque o sol sempre está lá, mesmo que não apareça, emitindo seus raios ultravioletas.  

Como devo escolher o FPS do meu filtro solar?

O filtro solar deve proteger a pele evitando o dano causado pela radiação solar. Se o filtro que você utiliza permite que sua pele fique vermelha após a exposição ao sol, isto é sinal de que a proteção não está sendo eficaz. Neste caso, você deve aumentar o FPS ou então reaplicar o filtro solar com um intervalo menor. O fator mínimo para uma proteção adequada é o FPS 15, aplicando o filtro generosamente sempre 20 a 30 minutos antes de se expor ao sol e reaplicando a cada 2 horas. Entretanto, como o FPS é determinado em laboratórios, sob condições especiais, recomenda-se dar uma margem de segurança, usando sempre um filtro solar com FPS igual ou maior que 30.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Oil free? Hipoalergênico? Entenda seu filtro solar.

A linguagem utilizada nos rótulos dos filtros solares muitas vezes deixa o consumidor confuso na hora da compra. Aprenda abaixo o que significam os termos mais frequentes e escolha aqueles mais indicados ao seu tipo de pele:

Anti UVA e UVB: Filtros que protegem contra os raios ultravioletas A e ultravioleta B.

Hipoalergênico: Utiliza substâncias que geralmente não provocam alergias.

Livre de PABA ou PABA free: Filtros que não contém a substância PABA, que tem alto poder de causar alergias.

Livre de óleo ou oil free: Filtros cujos veículos não contêm substâncias oleosas. São os mais indicados para pessoas de pele oleosa ou com tendência à formação de cravos e espinhas.

Não comedogênico: Filtros que não obstruem os poros, evitando assim a formação de cravos. São também indicados para pessoas de pele oleosa e com tendência à formação de cravos e espinhas.

O filtro solar que protege não deixa queimar. Cuide-se neste verão e fique sempre com a pele bonita e saudável.

Acne após a adolescência

Estamos diante daquele probleminha que afeta muitas mulheres na adolescência e persiste na idade adulta, a famosa “espinha”, conhecida como acne da mulher adulta.

  O problema pode ser desencadeado, mantido ou agravado por várias causas, entre elas, higiene insuficiente, uso de produtos inadequados para o tipo de pele e problemas hormonais.  

Dicas do Dr Frederico Fernandes

A acne sempre foi considerada um quadro típico da adolescência, mas é cada vez mais frequente encontrar nos consultórios mulheres após os 25, 30, 40 anos com queixa de “cravos e espinhas”.

Saiba mais

Higiene insuficiente: A higiene diária deve ser feita com produtos capazes de remover a oleosidade, mas sem causar ressecamento exagerado. O objetivo é remover restos de maquiagem, poluição, controlar a oleosidade excessiva e evitar que os poros da pele fiquem obstruídos. A obstrução dos poros pode levar ao aparecimento de cravos e de espinhas.

Uso de cosméticos inadequados: O veículo do produto cosmético utilizado pela paciente é tão importante quanto seu princípio ativo. Geralmente, são indicadas formulações em gel ou loção oil free (livre de óleos) para pessoas com a pele oleosa. Para pele seca, formulações em loção cremosa ou em creme.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Alterações hormonais: Problemas hormonais, como a síndrome dos ovários policísticos (SOP), podem desencadear ou agravar ou manter um quadro de acne após a adolescência.

Estresse: O estresse pode aumentar no organismo um hormônio chamado cortisol e isto acelera a produção de óleo pelas glândulas sebáceas.

Dieta desbalanceada: Estudos recentes mostram ligação entre a dieta e o aparecimento da acne. Isto se confirma em pesquisas realizadas pela Universidade de Melbourne, na Austrália, que apontaram o consumo de alimentos de alto índice glicídico (açúcares) como desencadeadores de lesões acneicas. Alimentos ricos em açúcares aumentam a produção de insulina, que acaba aumentando a produção de sebo pelas glândulas da pele.

Se você está apresentando acne e não está mais na adolescência, procure ajuda. Consulte um médico especialista e fique bem consigo mesma.

Perca peso já!

Se estiver pensando em entrar no bisturi para fazer a tão sonhada cirurgia plástica, mas está achando que algo vai mal com seu peso, não pare a leitura porque este texto é para você.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

O excesso de peso não leva apenas ao desconforto estético, ele é um grave complicador da saúde também. A obesidade aumenta o risco de doenças como hipertensão, infarto do miocárdio e diabetes, além de diminuir a expectativa de vida.

A maioria das pessoas com excesso de peso quer resolver seu problema em pouco tempo, no entanto, dietas milagrosas têm efeito temporário porque não modificam o principal fator: a mudança dos hábitos alimentares. Infelizmente, após sua interrupção o peso volta a aumentar. Deste modo, a perda ponderal deve ser lenta e progressiva para que os resultados sejam duradouros e seu corpo e sua mente adaptem-se à nova condição.

Não fique ansiosa para perder em apenas um mês o peso que levou anos para acumular. Vale mais a pena perder 1 kg por mês em 10 meses e aprender a manter-se dentro do peso ideal, do que 10 kg em 1 mês e recuperar tudo no mês seguinte. O objetivo principal é a mudança de hábitos alimentares inadequados.

As dietas não devem ser restritivas demais, afinal ninguém gosta de passar fome. Elas devem fornecer uma quantidade de calorias um pouco abaixo de suas necessidades diárias, levando seu organismo a consumir as reservas acumuladas sob a forma de gordura. Desta forma, o cálculo da dieta deve contemplar as características de cada pessoa. Não vá tentar fazer a dieta da sua amiga porque isso não funciona.

  Tente manter o peso de modo que seu IMC (Índice de Massa Corporal = P/A², peso dividido por altura ao quadrado) fique entre 20 e 25. Exemplo: uma pessoa de P = 73 kg com A = 1,58 m tem seu IMC = 29,2; seu limite de peso considerado saudável é P = 63 kg, ou seja, um IMC = 25.  

Dicas do Dr Frederico Fernandes

Dicas iniciais

Estas orientações podem ajudá-la, inicialmente, até que você consiga consultar um nutricionista para calcular uma dieta adequada a seu peso e seu gasto energético:

Não utilizar alimentos ricos em açúcar, como doces, sorvetes e refrigerantes.

Em substituição ao açúcar, pode ser utilizado adoçante artificial, recomenda-se uma alternância entre as diferentes marcas encontradas no mercado.

Evite as carnes vermelhas, dê preferência às carnes brancas, como peixes.

Reduzir a ingestão de massas, como batatas, farinha e arroz. Não misturar estes alimentos em uma mesma refeição.

Consuma à vontade os seguintes alimentos: couve, pepino, acelga, alface, cebola, tomate, couve-flor, agrião, brócolis, chicórea, repolho e rúcula.

Não use manteiga ou maionese.

Mate, chá e limonada podem ser consumidos à vontade.

Mastigue bem os alimentos e procure realizar as refeições em ambientes tranquilos.

Não utilize a alimentação como válvula de escape para suas ansiedades.

Procure praticar exercícios regularmente e tenha momentos de lazer ao ar livre.

A consciência da necessidade de mudar o relacionamento com a alimentação é fundamental para o sucesso da dieta.

Não se esqueça, evitar a obesidade é um investimento em saúde e depende não só de mudanças alimentares, mas de atitude.

As festas juninas e as queimaduras

A pele do nosso corpo é tão sensível que basta uma encostadinha, durante segundos, no ferro de passar roupa ou no vapor da chaleira para ocorrer uma queimadura. Muitas vezes, alguns poucos minutos debaixo do sol forte, sem a proteção do filtro solar, são suficientes para gerar dor e ardência.

Com a chegada do período das festas juninas, o número de casos de queimaduras se multiplica e as maiores vítimas são as crianças. Desta forma, evite manipular fogos de artifício, mas por ser uma tradição histórica neste período, quando o fizer, tome o máximo de cuidado. Utilize somente fogos autorizados para o comércio e nunca deixe crianças manipularem estes produtos.

  As crianças são as maiores vítimas das queimaduras ocorridas com fogos de artifício, principalmente as mãos e a face, cujos ferimentos costumam trazer sequelas graves.  

O susto provocado por uma queimadura faz com que as pessoas sejam inconsequentes em conter a dor e possíveis marcas na pele. Diante dos sintomas e da possibilidade de ficarem com cicatrizes, as pessoas apelam para o uso de substâncias inadequadas na hora de tratar a lesão, o que pode se transformar em uma medida desastrosa. Aplicar café, manteiga, cândida, creme dental, gelo e tantos outros unguentos só agravam a situação.

Dicas do Dr Frederico Fernandes

O que fazer?

Logo após o acidente (fase aguda), as queimaduras de primeiro grau podem ser tratadas clinicamente com a utilização de curativos com substâncias calmantes.

Para as lesões mais graves (2º grau), colocar a área queimada embaixo de água corrente ajuda a reduzir a dor e aplicar óleos vegetais (por exemplo, óleo de girassol) é suficiente para manter a queimadura hidratada e protegida até o primeiro atendimento. Evite cobrir a queimadura até que seja avaliada por um médico porque a remoção dos curativos é muito dolorosa, mas caso a avaliação não seja possível precocemente, sua cobertura é mandatória.

As queimaduras de 3º grau são indolores e necessitam obrigatoriamente de tratamento cirúrgico (limpeza e coberturas como o enxerto de pele, por exemplo).

Fique atenta(o) com as crianças nesta época do ano para termos uma festa bonita e se caso acontecer algo, consulte um especialista.

Saiba mais sobre queimaduras neste site.

Seu Corpo em Perfeita Harmonia

Rua Duodécimo Rosado, 322    Nova Betânia    CEP 59603-020    Mossoró/RN    e +55 (84) 9-8126-0770    +55 (84) 3321-4918